Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 3 de março de 2010

Dor D'Alma (Manu Santiago)

Casada com Zeca no passado, morreu ainda jovem empurrada em um abismo pelo marido. No texto, Zeca descreve-a como “uma moça muito cheia de corpo, mas bem esquivada da cabeça”. Todos os domingos, saía com um vestido preto e dizia ir à missa. Zeca acreditava ter ali uma mulher exemplar, mas os comentários do povo o fizeram abrir os olhos e enganá-la, inventando ser domingo um outro dia qualquer. Nesse dia fatal para Dor D'Alma, foi seguida pelo marido que descobriu sua mania secreta: dançar nua – e apenas dançar, ao que tudo indica – nas dunas a frente de quem quisesse ver.

Seja o primeiro a comentar

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO