Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Primeira semana de processo












Na segunda-feira, iniciamos nosso processo. Puxa aqui, estica ali, dá uma aquecida, faz um "Vilão" pra sintonizar o elenco e simbora criar!

A partir de elementos comuns iniciamos a busca por uma construção de personagem. Bancos, esteira, vasos, caixote, velas, instrumentos... tudo foi utilizado de modo a criar um ambiente onde a fé e o mar caminham lado-a-lado. Uma oração, um diálogo, uma música:

 "Minha jangada vai sair pro mar
Vou trabalhar meu bem querer
Se Deus quiser quando eu voltar do mar
Um peixe bom eu vou trazer
Meus companheiros também vão voltar
E a Deus do céu vamos agradecer" Dorival Caymmi

Ao final da segunda, já tínhamos algumas histórias e figuras rascunhadas. No texto de Mia existem apenas três personagens, e minha idéia é criar outras pessoas para compor essa história de amor tão simples e popular. A proposta é trazer figuras das comunidades pesqueiras de Salvador e Região Metropolitana para dentro da história, enredando ainda mais a trama e desenhando melhor o espaço onde acontece tudo.

Na terça, continuamos nesse processo, mas já rabiscando uma estrutura de encenação, que seguimos nela até ontem, quando fechamos a semana. Um traço já existe e algumas cores já se fazem presentes na colcha de retalhos que tecemos com pedaços de cenas improvisadas pelos atores, trechos do Mar Me Quer de Mia, partituras e coreografias sugeridas com os bancos emprestados do Bando, músicas que povoam nosso "imarginário"...

Luiz Antônio Jr.

Seja o primeiro a comentar

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO