Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Ansiedade

Ontem, no ensaio, tivemos a presença de Fabinho Vidal. O que foi extraordinário! Ele pontou questões importantes das nossas escolhas até agora, desde o espaço, o ambiente, o texto, as concepções, etc.

Ansiedade! Esta palavra, que por sinal já estava na minha cabeça desde a semana passada, já era um sentimento. Senti o quanto estávamos ansiosos. Em nenhuma outra montagem nossa estávamos com um rascunho de 60 % do espetáculo à três meses da estréia, e dessa vez temos esse esboço, mesmo que ele se modifique, se reconfigure até a estréia, já temos um bom material levantado. E Fabinho foi preciso nesse diagnóstico. Ele identificou em nós uma ansiedade em dizer o texto, em acelerar os tempos, em imprimir um andamento mais rápido.

E mais do que isso, como diagnosticou Lu ao final do ensaio, uma ansiedade em acertar, não estamos colocando os ensinamentos aprendidos no trabalho de palhaço desenvolvido com Casali.

Não sei como sanar isso! Mas acho que devemos estar cada vez mais juntos. Acho que de certa forma (nós-elenco) estamos preocupados com nossos textos, em entender, em dizer, e com isso nesses últimos dias tenho a sensação de que não compatilhamos os personagens, cada um tem uma ideia de Zeca, de Luarmina, de Avô, não compatilhamos a dificuldades, nem os acertos e aí quando trocamos de personagem é como se zerasse tudo... enfim, acho que estou sendo prolixo, misturei as coisas, talvez seja só a ansiedade de falar, de tentar externar as várias coisas passando na cabeça tudo junto depois de mais um dia de ensaio.

Seja o primeiro a comentar

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO